sexta-feira, dezembro 27, 2013

Eros, Cegueira e o Binarismo


 Ela olhava-o com admiração.

Guardava o sagrado debaixo de uma calcinha vermelha....

Sagrado e vermelho não combinam. (Há controvérsias)

Certa noite, (a penúltima) ela chegou com uma calça de musselina preta transparente.

Ele a olhou, e com uma luz de fundo reparou que a transparência discreta evidenciava o sagrado.
Estava estufadinha.
Pela aparência o cheiro era bom.
E ele já imaginava o profano.
Como serão suas lâminas?
Cegas?

Um comentário:

Anônimo disse...

Por isso ninguém comenta...