segunda-feira, setembro 14, 2009

Cosmologia e metafísica

Quando os pré-socráticos buscaram o arqué do mundo, eles o fizeram dentro do próprio cosmos de maneira a achar o elemento primordial. Se tomarmos Tales , o pai da filosofia grega, veremos que quando ele determina a água como arqué, percebemos que ele quer dizer que dentre todos os elementos , este seria o que explica a ordem da realidade , que sua presença dá sentido ao cosmos , que o embeleza e explica sua harmonia, não é a toa que a palavra cosmético vem de cosmos , que produz beleza.Assim os pré-socráticos serão chamados de físicos por Aristóteles, ou iniciantes da física.
A metafísica é dual, o elemento que explicará sua realidade é supra-sensível, uma meta-física.
Se tomarmos a filosofia de Platão, que é intrisicamente influenciado por Sócrates, ela separará a explicação a realidade separando em sensível e supra sensível, muito bem compreendido através do seu mito da caverna.
Se tomarmos ainda o movimento infinito do cosmos , para Aristóteles, chegaremos no ser imóvel,o primeiro motor, que seria supra-sensível.
Ora, a metafísica em sua essência ela tem como essência um caráter religioso, apesar de toda sua racionalidade, pois tem um caráter de tentar ligar( "religare grego") o sensível ao não sensível.
Fica fácil perceber a paixão de Nietzsche pelos pré-socráticos , bem como o por que das filosofias metafísicas gregas terem influenciado tanto Agostinho como Tomás de Aquino .

Hemerson



Hemerson

5 comentários:

THE PASSENGER disse...

Bravo, bravíssimo! Bem didático até me inpirou! Eu também tenho algo a dizer sobre isso. Mas acho que nnão vai caber aqui. vou fazer um post.

Marcio disse...

Vocês sabiam que a música tema do "2001 uma Odisséia no espaço" chama-se "Assim Falou Zaratustra"?
acho que Kubrick tem a ver com metafísica.

Nilson Ares disse...

Ah, sim! inclusive com aqueles baseados que a gente fumava no Morrão da Vila Cândida.

Nilson Ares disse...

Gostei muito do texro também. Inclua aí também Einstein, Filosofia Oriental, Budismo, hinduismo, o quanta, etc.

Abração!

Marcio disse...

sem dúvida, totalemente metafísico.