domingo, outubro 15, 2006

Boa noite : Nelson D'avila

São 3 horas da manhã em São José
Putas, crianças, mães e bêbados se misturam na avenida Nelson D'avila
Um grupo de pessoas levam alimento para eles
Querem ter a consciência leve
Por isso, é preciso que seja dado bastante alimento
Entre eles está Euclides, cidadão de bem, católico fervoroso
Ele é chefe da área de seguros de roubos contra patrimônio privado
-Sabe como é ne minha senhora meu senhor é preciso manter a casa assegurada
Ladrões estão a solta na rua de São José
O que não falta é vagabundo!!!
Como gratidão do voto de confiança que os fudidos dão a ele de continuar na merda
E ele manter seu emprego respeitosamente
Euclides mantem seu bonito papel
Colocar seu kit dentro do seu carro e junto com seus amigos
Sujeitos de bom coração
Encher o bucho dos desgraçados
Pois, afinal há trabalhos que depende deles.

Máxima pregada na Idade Média: ainda bem que existe os ricos, o que seria dos pobres sem eles.

Piquitito



4 comentários:

Anônimo disse...

é caríssimo..os vagabundos ainda tomam aquelazinha na garrafa de plástico antes do jantar!!!
Sam

Olhos Verdes disse...

Help. Não consigo ler o texto, tenho deficiência visual. Dá pra mudar a cor de fundo ou das letras? Assim fica difícil rsrsrsr
Beijinho
Olhos Verdes

ComunaPiraquara disse...

Paradoxo
Olá Hemerson,
“O que seria da obesidade dos ricos se não fosse a esqueletice dos pobres!”
Era uma máxima que a personagem “Justos Veríssimo” de Chico Anisio repetia em seu quadro de humor de um tempo atrás. Tua crônica me fez lembrar disso. O que paira em teu texto é o paradoxo: “A mão que afaga é a mesma que apedreja”...e a ironia. Muito forte. Uma crônica muito forte, atual e o espelho da realidade. Ė como se estivesse aí e verifificasse tudo isso de perto. Não pra conferir e sim constatar.
Será que ainda haverá uma política social na cidade para fazer com que a rua Nelson D’Avila durma em paz?
Por isso eu demorei pra entender que os transeuntes de Londres estão lá na rua por opção.
Paradoxo!

Olhos Verdes disse...

Ufa, consegui uma tela maior pra ler. rsrs
A Av. Dr. Nelson D´Ávila é pra São José o que a Santa é para o religioso (sem ela não pode ser!)hehe.