domingo, abril 08, 2007

Penso que nossa cidade é frutifera para a criação de uma música que una o regional e a música cosmopolita( entenda aqui os vários tipos de músicas existentes).Mas por quê? Ora, temos uma gama imensa de pessoas de várias regiões do Brasil que trouxe culturas diferentes para nossa cidade e a partir disso penso ser capaz de jogar num panelão e fazer uma grande mistura. Não é mais possível ficar nesse regionalismo que já ultrapassa , pelo menos o meu gosto, para algo inovador, afinal a arte é inovodora.
Qual é nossa identidade ? O que queremos que nos identifique?

Sei lá

Piquitito.

5 comentários:

Anônimo disse...

Caro,
Concordo com você no que diz respeito ao cosmopolitismo, sé é que isso existe. Porém, a cidade não abre espaço para isso. Mesclaríamos as várias nuances da músisa, no encontro nas ruas, nas praças e outros lugares na comunidade. Não entendo muito de música, mas aqui, a boa música e os regionalistas de plantão estão presos a alguns lugares específicos e a encontros com as mesmas figuras de sempre. Arte processada e enlatada.
No entando, pensando assim numa revolução piraquarense...acredito nas diversas influências que cá estão e que a grande mistura é possível meu caro.
S. Farias

Piraquara de nascença disse...

Para mim, isso tudo é um mosaico de metal emperrado e enferrujado em que todo mundo da cultura quer ganhar dinheiro, mas na hora de acreditar e apoiar iniciativas como foram as sete primeiras edições da extinta revista Fragmentos (2005) ninguém quer saber (artistas e proprietários de estabelecimentos ligados à cultura).
Eu não acredito nesta cidade.

Anônimo disse...

Eu fui feito para dar idéia, não quero fazer nada também . Meu niilismo chegou ao extremo. Penso que o Leomar estava no caminho por isso pegou a estrada.

fui.

rsrsrsrsrsrsrsrsrsr

Marcio disse...

identidade é o que faz sentido, acho.

Anônimo disse...

toc-toc-toc alguém aí?
IDENTIFIQUE-SE.
Gente, estilo´não enche barriga,
identidade todos têm aliás ja´
nascem com ela, agora pegar o
trem é que é o grande lance.
Esteja na estação certa, na hora certa, com a pessoa certa e essencialmente pegue o trem certo!
ADEUS,depois de uma longa e tenebrosa temporada o meu trem está chegando na estação do outono.

?Fui também. rsrsrs.