sábado, maio 19, 2007

Cinema: Homem-Aranha 3


Enfim, Sam Raimi “tece” a terceira trama do herói.

No primeiro filme, Peter Parker ganhou seus poderes e aprendeu que deveria usá-los com responsabilidade, passando por um verdadeiro “batismo de fogo” contra o Duende Verde. No segundo, teve que reorganizar sua vida de dupla personalidade e ainda encarar Dr. Octopus.
Já no terceiro, desfruta de uma recém-adquirida celebridade, se distancia dos amigos e familiares, e paga um preço altíssimo pelo sucesso e distanciamento.
Esta é a teia cinematográfica que Sam Raimi teceu desde 2002 quando estreou Homem–Aranha nos cinemas – a melhor adaptação já feita de um herói das HQ ou comic book, como são chamadas nos EUA. O diretor soube aproveitar a missão de adaptar para o cinema, uma dos maiores ícones do universo Marvel até hoje.
Durante os três filmes, o diretor transportou com maestria todo o habitat natural do símbolo máximo dos heróis da Marvel, cheio de problemas psicológicos, financeiros, e ainda: um ser “quase” humano trajando um uniforme no combate ao crime – O Espetacular Homem – Aranha.
Para os que conhecem a cronologia do herói, é possível detectar detalhes que tornaram o ícone da Marvel tão importante, aqui cito alguns: a Nova York cartunesca de Steve Dikto, o criador visual do herói (1962); os movimentos e poses no ar inspiradas em Todd Mc Farlane, o desenhista que revolucionou os quadrinhos nos anos 90; e ainda algumas nuanças do roteiro que lembram a destreza de David Michelinie, roteirista também da década de 90.
Com as aparições de Duende Verde, Dr. Octopus e Homem – Areia, o diretor primou por contar as aventuras clássicas e originais do lançador de teias, todas da década de 60, e relutou em colocar Venom no último filme, pois queria manter este aspecto clássico, já que o inimigo mais perigoso do herói viria a nascer só bem depois, em 1989.
Na época, a criação de Venom foi uma espécie de “jogada de marketing” para levantar as vendas nas bancas, já que a revista não vinha bem, e deu muito certo graças a David Michelinie (roteiro) e Mc Farlane / Eric Larsen (desenhos). Por isso o produtor executivo Avi Arad convenceu Raimi de introduzir o vilão na terceira seqüência, como um presente para os fãs de hoje.
Homem-Aranha 3 agrada por diversos aspectos estéticos.
Com um orçamento gordo, arrebenta nos efeitos especiais de cair o queixo com os três novos vilões. O Homem-Areia (Thomas Haden Church) ficou idêntico aos quadrinhos, sua transformação é sensacional, bem como seus gigantescos socos de fúria granulada.
Venom, o aguardadíssimo "Aranha do mal", está igualmente perfeito, como nos gibis. Menos interessante é o Novo Duende (James Franco), mas a cena de pancadaria aérea entre ele e o Amigão da Vizinhança é das melhores do filme - talvez da própria trilogia.
HA3 se complicou um pouco no roteiro, que envolveu todo mundo com todo mundo e ainda ficou devendo mais filme para Venom, que teve curta aparição. E o Novo Duende poderia ter aparecido menos, por ser uma releitura do Duende da primeira história. Muitas e pequenas, as tramas complicaram o texto do filme, deixando um pouco a desejar, mas nada que complique o feito de Sam Raimi, Tobey Maguire e companhia... Eles com certeza, levaram a sério o lema: “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”.


Valeu!

Nilson Ares / CONTROLC press

19 comentários:

Anônimo disse...

O que deixo-me espantando no filme é a tecnologia, mas o que queria mesmo era o espírito mal do aranha, no fim predominou o salvador e imagem do americano bonzinho com sua linda namoradinha.Como passa tempo, muito bom.
..Mersão.

Jack Bauer disse...

quem quiser o DVD,tenho um colega que faz por 5 pratas ,e é QUALIDADE GARANTIDA!!!!MAS,,,NADA MENOS APROPRIADO PRO BLOG HEIN SARSA,PQ NAO TENTA NO BLOG DO MAURICIO KUBRUSLY,,,IA FICAR MENOS PIOR,,,

Chassi de Grilo O>- disse...

Eu ia comentar o que achei do filme, que assisti ontem, mas mudei de idéia . Primeiro, por que ainda tenho esperanças que Frei Calvão entre no espírito do blog e reconheça o espaço como foi concebido, onde pessoas amigas tentam exercitar a escrita. Se fizer isso, irá perceber que este é sem dúvida o melhor texto do Nilson, simplesmente por que domina o assunto com maestria, e por que não, com paixão. Paixão pela História em Quadrinhos que sempre admirei no Nilson, por assumi-la sinceramente enquanto tantos reagem como o autor do comentário acima, com preconceito. Esse tratamento preconceituoso já foi dipensado a outros meios artísticos, como a gravura, a fotografia e o próprio cinema, por julgamentos apressados e tacanhos, e nada mais foi necessário que o desenvolvimento de suas próprias potencialidades para desbancar essas pechas toscas. A história em quadrinhos é uma mídia de profunda riqueza artística, por aliar Imagem e Narrativa ao Tempo da Leitura, coisa que só a hq faz.
Nilson não está falando do filme Homem Aranha, está falando na verdade de um desdobramento de uma hq, o seu parâmetro para analisar o filme é esse, pois esse é o berço do Aranha, campo que ele domina tão bem.
Parabéns Sarsão, belíssimo texto, pra mim, essa é a sua veia, se investir nisso, só tem a ganhar (bom, não quis dizer que vá ganhar dinheiro, mas enfim...)

Piraquara de nascença disse...

Valeu Marcio!

Nada melhor do que receber um elogio de alguém que conhece tão profundamente e até hoje pesquisa e trabalha com a imagem - uma arte a qual mantenho profunda atração e que é a essência de toda história em quadrinhos, já também reconhecida como "nona arte".
Já em relação ao comentário do nosso amigo Jack "cabaço" Bauer, eu nem ligo, nem credito nada...
Seria o mesmo que eu criticar o seu "gosto crônico" por corridas de Formula 1.
Mas ele ainda não sacou...
Aliás, o que esse cara saca?
Ah...deixa pra lá...

Frei Calvão disse...

NOTA -SE UM CERTA PERSEGUIÇÃO DO MEU COLEGA BLOGUEIRO CHASSI DE GRILO OU GORDURA PARA OS MAIS HABITUAIS,POIS TENHO CONHECIMENTOS EM ASSUNTOS SEMPRE DISCRIMINADOS DE FORMA PRECONCEITUOSA E PERSEGUIDORA PELOS MEUS COLEGAS BLOGUEIROS(PRINCIPALMENTE O FARIAS),ENGRAÇADO QUE SÃO ASSUNTOS POPULARES COMO AUTOMOBILISMO E FUTEBOL,TAO DISCUTIDOS NA NOSSA SOCIEDADE,E QUE TENHO UM DOMINIO MAIOR DO QUE A TODOS QUE CONHEÇO,ACHO DEMAIS O SARSA GOSTAR DO QUE GOSTA E MAIS LINDO AINDA ELE ASSUMIR ISSO ,POIS A MAIOR DISCRIMINAÇÃO VEM DAS PESSOAS QUE O CONHECEM E SABE QUE ELE GOSTA DO QUE GOSTA,COMO ACONTECE COMIGO,,,CONTINUE ASSIM SARSA,SOU ASSIM TAMBEM,QUANDO TINHA 6 ANOS ERA TORCEDOR APAIXONADO DO SENNA,E PUDE ACOMPANHAR TODA SUA CARREIRA NA FORMULA 1,ENQUANTO A MAIORIA FALA MUITO ,VIU MUITA CARAS E GLOBO REPORTER ,MAS NAO VIBROU EM UMA CORRIDA,COMO SE FOSSE EM JOGO DE FUTEBOL,POREM ACHO O BLOG O ESPAÇO DESNESCESSARIO PARA EXPOR ISSO,MOTIVO PELO QUAL MANTENHO MEU COMENTARIO ACIMA.....

Chassi de Grilo O>- disse...

eu acho que é possivel escrever um texto excelente, mesmo o assunto sendo Fómula 1, depende do escritor. você já viu como o Tostão escreve sobre futebol?

Jack Bauer disse...

Olha achei um pouco serio os comentarios acima e estou escrevendo novamente...discriminar e desaproprir,,,,são coisas diferentes,Veja o farias por exemplo...tem dissabor enorme em comentar qualquer paixão de jovem como sua camisa do Ronaldo -goleiro e cds da Xuxa,talvez por achar desapropriado,mas criticar o negrão por gostar de uma coisa ou outra(apesar de ser um sujeito estranhamente desapaixonado por qualquer conto e idolo,carregado das baboseiras made in Embraer que ele se alimenta todo dia)seria sim um preconceito,,vou repetir meu caro "choffer de poodle".acho demais vc gostar do que gosta e eu SACO MUITO BEM,pelo meus gostos peculiares que você nao só sabe como cita acima,mas é legal saber...se prepare blogueiros,,,para compartilharem e se alimentarem das minhas paixões.....

Jack Bauer disse...

O Tostão escreve e fala muito bem,agora estou cansado de ver o R.Leme trocar os nomes de equipes e o Celso Itibere reclamar da F1 atual em todas as suas colunas,enquanto o Flavio Gomes(que nao é ruim)diz Acreditar o Schumi ser o maior de todos os tempos independente de epocas(que absurdo!!na minha visao ele faz apenas parte do clube dos 10).se quiser ler sobre F1 de forma salutar leia francisco santos ou allan sutton,ou assista corridas e crie opiniao e divida as,acredite..você pode!!!!

Chassi de Grilo O>- disse...

Grandes mudanças acontecem aos poucos. (ou será que o off no CAPS LOCK foi acidental?)

Anônimo disse...

Espirituoso o debate, achei-o uma pratica bastante proveitosa e salutar. A começar pela caixa alta, o CAPS LOCK do Frei, estar desativado.. e não vejo o fato como acidental, como se fosse um erro de digitação, e sim, como um salto de cognição...
Mande mais!!!
sky dive

Jack Bauer disse...

Adoro adultos,com excessão dos marmanjos ladrões e desempregados que roubam pipa dos mais novos para ficar pra rua empinando,que colecionam playmobil,brincam de comandos em ação ou jogam pião.eu mesmo ,demorei pra me desprender de alguns jogos,sendo discriminado pelo farias(sujeito que antes dificilmente permanecia mais de 10min na sua casa se nao tivesse cerveja ou erva na dispensa)e ainda sou pelo dentinho(sujeito que nao fica na sua casa se nao tiver erva ou cerveja).Esse primeiro ,precisou ser chefe de familia,para reconsiderar verdadeiros valores de amizade,enquanto o segundo esta no mesmo processo obrigatório apesar de conhecer esses valores,por isso entendo a ma interpretação do meu colega blogueiro,e me preocupo em desfazer quaisquer distorção de valores.

S. Farias disse...

Falem bem ou falem mal, falem de mim. Ô Frei, para com isso de ficar se justificando para todo mundo o que pensa sobre todos. Nós estamos aqui para compartilhar e divergir, quando possível. Na verdade ainda tenho a camisa do Ronaldo e meu filho certamente a vestirá em momento apropriado e nunca ganhei CD da Xuxa, mas o primeiro vinil com meu nome na capa e meu primeiro filme no cinema foi Fuscão Preto, com o Almir Rogério com o pezão de bota no parachoque e tudo.
Estou esperando alguma coisa sua sobre F1 faz tempo, sendo que eu sempre soube que é o único assunto que domina de verdade, visto que de futebol não entende nada, pois, há algumas semanas disse que só o Corinthians perde para o Náutico...
Como diz o Ronald "fuckin" McDonald: Eu amo tudo isso.
S. Farias

S. Farias disse...

Tá vendo ô Jack, você atrapalha a gente. Quase me esqueci de abraçar o texto do Sarsa, que mais uma vez me mostrou que não tem nada a ver esse lance de discriminar as criações nos HQs. Só esse lance de 9ª arte que ainda não tenha ouvido. Mesmo não entendendo nada de HQ, sei que o cinema dos EUA deu saltos na linguagem em filmes como o batman noir de Tim Burton e com os quadrinhos japoneses em Kill Bill do Tarantino, que também ajudou em Sin City, quem já assitiu sabe do que estou falando.
Abraços.
S. Farias

Chassi de Grilo O>- disse...

assisti há pouco tempo "jack Brown", não vi muitos "Tarantinos" mas com certeza esse é bem diferente do Kil Bill, gostei bastante.

Jack Bauer disse...

"Jack brown"é a cara de tarantino,mas talvez seja apenas o melhor dos menos importantes filmes dele,com atuaçoes irreparaveis de Pam Grier,Samuel l Jackson,Robert Forster e a deliciosa Bridget Fonda,alem de um De Niro mala.Sugiro,alem de tentar assistir os 2 juntos sem fazer pipoca no meio do filme, uma maior imaginação quanto ao 2 Kill Bill,pois é facil de critica-lo,dificil é compreender a meia ficção bacana que rola nos filmes.

Jack Bauer disse...

Sugiro ao Farias interromper suas visitas diarias ao Mc Donald´s e escrever uma coluna nesse blog,pois sua visitas tem sido alem de vazias ,nulas para o conteudo do mesmo,escreva sobre o corintia,o 190,fale mal de nós sei la....cada dia que passa acredito fielmente que o pessoal da Embraer te comeu......por favor tire isso da nossa cabeça pois o boato contaminou a cidade...por isso vou escrever uma coluna que lhe despertara....

Chassi de Grilo O>- disse...

nossa, o de niro tá muito toscão, hahahaha, parece que saiu da Vila Cristina numa belina bege! impagável, eu gostei do clima do filme, retrozão, e essa atriz, Grier? tá muito bem, acho que foi o filme que mais gostei dele.

Chassi de Grilo O>- disse...

desativou o caps lock, falou do tema do post, agora só falta parar de distribuir bengaladas como um senil desvairado!

Jack Bauer disse...

é marcinho tirando o Scorcese com duas cenas que adoro..
-o helicoptero perseguindo Henry(Ray Liotta)em Os Bons Companheiros..
-O Aviaõ com os federais(peseguindo Nicky-personagem de Joe Pescy)pousando no quintal de Sam(De Niro),entrevistado no momento,por fiscais dos cassinos de las vegas pela solicitação de sua licença,e saindo correndo em Cassino(filme a quem o charlinho disponibizou a quem quiser assistie em vhs ou dvd).
essa genialidade talvez falte ou seja diferente em tarantino.