quarta-feira, maio 16, 2007

piso de meu pé

Piso, pisa
peso de meu pé
que me faz pisar com mais firmeza,
em meio a tanta maré?
eu piso torto, desajeitado
piso reto, meio inclinado
eu piso incerto, encaixado.
piso que pesa no carpete
no assoalho, no tapete, na areia, no cimento,
no molhado, no meio do mato.
É fofo no carpete, soa no assoalho,
expreme na areia, escorréga no molhado
perde brincadeira, foi culpa "dudu" lado,
dorme a noite inteira e descansa na cadeira,
suja o que tá limpo, mudando de recinto
e o rumo da prosa!
Mis

5 comentários:

Jack Bauer disse...

Bem vinda ,mais doce rainha piraquara!!!

S. Farias disse...

Até que enfim! Estávamos ansiosos para ver os teus pés novamente!
até a virada!
S. Farias

coronel dentes disse...

Que graça! E que leveza fizeste pizar-te aqui com tal beleza.
Ora, se não é a nossa Miss Sun Shine fazendo uso de sua verve passante de Brincante da noite, fazendo-nos cair no seu passo dando mais vida ao paço de nossa letra.
Fico contente por ter atendido o convite que te fiz.

Membro do CEO disse...

Acho que deviamos comentar essa coluna com sua editora pessoalmente,aguardo posiçao dos outros membros...

Piraquara de nascença disse...

É...
É Barra Mansa invadindo São José.
De vagarinho e furtiva
Vai nos mostrando a que veio
Que não é só beleza,
Que é poesia da cabeça à ponta do pé!

Seja bem-vinda!