quarta-feira, outubro 13, 2010

Política e religiosidade



“Num país como o nosso, ainda que queiram, o candidato que se assume ateu está atestando seu óbito político”.

A maneira como a ministra Dilma tem sido tratado por alguns setores da igreja católica e protestante em nosso país, lembra muito bem o comportamento errôneo que teve a igreja durante o período da ditadura militar, quando famílias saíram à rua com medo da implantação do chamado “comunismo” implantado nos países do leste europeu. Sabemos o alto preço que ela deve que pagar em função disso naquele período.
Agora, a bola da vez é a questão do aborto, sobre sua implantação em nível nacional para que mulheres não se matem em clínicas clandestinas espalhadas pelo país sem o mínimo de cuidado possível.
Ambos candidatos tem no fundo a mesma opinião, o problema que em determinado momento Dilma cometeu o erro, de colocar isso publicamente. É importante lembrar aqui que a chamada pílula do dia seguinte que a Igreja é contra foi implantada pelo senhor José Serra.
Mais deixemos por hora essa questão e vamos aprofundar no quesito aborto ligado a vida. Todos sabemos que a vida para os cristãos como está na encíclica social e ética se dá em todos períodos da vida, desde sua concepção até a velhice que, seguindo o curso normal da vida, precede a morte natural. Desta forma, quando parte da Igreja, eu digo parte, porque se pegarmos o site oficial da CNBB ela não assume uma postura anti-Dilma, até porque quem estudar a fundo a fundação do PT sabe que ele nasceu dentro das CEB´s católicas .
A vida deve ser vista em sua totalidade e não apenas no embrião presente no útero materno, pois quando deixamos crianças soltas na rua feitas bicho, na escola sem aprender direito (como acontece nas escolas paulistas), na cracolândia em pleno centro de São Paulo, nos hospitais onde idosos são desrespeitados passando meses esperando um especialista, e em tantas outras situações, também estamos abortando e isto deveria ser aprofundado nas discussões que a sociedade tem colocado.
É importante desta forma levantar questões positivas e negativas em ambos governo: PSDB e PT e fazermos comparações de índices relacionados principalmente as classes menos abastadas para sabermos realmente quem menos preocupa com vida e aí chegarmos à conclusão, isto é, a continuidade ou rompimento do atual governo.
Hemerson

14 comentários:

Anônimo disse...

A igreja é contra o aborto. Dilma não. Qual é o problema da igreja dizer isso aos seus? Nenhum. Assim como não há problema em Dilma dizer o que pensa. Eu sou contra o aborto. Você deve ser a favor. Se voce fosse candidato eu não votaria em você. Democracia... Dilma quis o filão dos progressitas, mas percebeu que eles são minoria, aí a biruta apontou pro outro lado e ela quase quebrou a espinha. Se vai quebra é a urna quem vai dizer.

Anônimo disse...

Piqui,

Realmente a Dilma foi infeliz!

Acredito que a discussão vai o encontro do que falou, ou seja, é caso de saúide pública.

Mas em ano eleitoral, não se deve vacilar, ainda mais num país católico moralista, que tem no seu maioral um bispo anacrônico.



Voto 13!

O PSDB me dá naúsea.

Marcio disse...

A questão é tão Tabu que até os comentários são anônimos...

questão de ordem: vamos deixar a verborragia irracional "em defesa da vida" de lado e discutir o assunto com um pouquinho de seriedade?

O aborto ser crime impede que as mulheres o façam? Não, apenas divide as que fazem precariamente e quase morrem das que tem dinheiro para pagar uma clínica e fazer com as condições médicas necessárias.

Sou a favor da descriminalização do aborto, para que as mulheres pobres que querem, o façam pelo SUS e com amparo médico.

Quer combater o aborto de verdade e proteger a vida? Brigue por Educação, programas de saúde que incentivem o planejamento familiar e universalize o acesso a meios contraceptivos.

Alê Marques disse...

Já que Nat Geo vai fazer seu programa Tabu na América Latina aqui no Brasil!!
Meu deus, quanto obscurantismo!Deus vai ter pena da alma destes que são contra o aborto, e exploram isso contra Dilma. Só deus mesmo pra ter pena por que eu tenho nojo.
Já que a TFP vai patrulhar as ruas atrás de possiveis homicídas de nacituros.
Aliás, acho que essse povo do PSDB são todos da TFP - Turma de Filhos da Puta!
Será que nesta eleição vai imperar a "incompetencia da América católica"!
O aborto é um problema de saúde pública, que deve ser gerido por políticas públicas, políticas publicas estas que são feitas por um Estado republicano e LAICO!
Por tanto se é laico não deve sofre influencias e/ou ingerencias de qualquer tipo de religião.
Este tipo de ingerencia é medieval e obscurantista, questões de políticas publicas terem que ter aval de grupos religiosos?
Isso não é diferente dos Neocoms norte americanos, dos judeus ortodoxos e clérigos xiitas!Vivemos num Estado democrático e não teocrático, e que deve imperar interesses publicos e não religiosos.
Agora é a hora da sublevação do conservadorismo que este país traz latente desde os primódios do patriarcalismo.
Conservadores reacionários, Zé do apocalipce, que beira o facismo.Tipos estes frequentadores de Canção Nova.
Inclusive sendo o canal de TV brasileiro uma concessão pública não deveria haver canais religiosos, por que o publico é laico.

Eleições:
Reduzir um segundo turno de uma eleição num tabu é a prova inconteste de que o PSDB não tem um projeto político nacional para o país, um projeto de emanciapção política, economica e cultural!
Eu que pensava na mminha adolescencia que quando tivesse os meus 35 anos seriamos mais emanciapados política e moralmente, vejo surgir agora a face mais retrograda e obscurantista de certos grupos do país.


"Será que não faremos sen não confrimar a incompetencia da America Católica."

etrange disse...

caro hermerson
não existe atualmente um debate politico, não existem divergencias de ideias, serra e alckmim não acreditam em deus, nem dilma, todos cospem os fraseados catolicos sem ter noção da fé que defendia santo agostinho. Todo, enfim, horario politico, não passa de farsa, mentira, piada. Mas, em quem votar? Machiavel ja nos ensinava que religião e ética não fazem parte da politica, tudo que se fala é convencimento barato, foto que deixa o feio bonito. foda-se então, vote na dilma que é pro serra não ganhar, mas ela não é grandes merdas...flw

Anônimo disse...

Qual é, Alê? Ser contra o aborto é fazer parte do corporativismo católico?

Pior de tudo são aqueles, que no lugar de um deus - que pra mim inexiste -, se veem embalsamados pelo espírito santo, e julgam que a existência do ser concebido será um tormento; e assim o privam da efemeridade e acaso da vida, apenas pelo seu proprio bem. Esse vão pro inferno em que acreditam!

Anônimo disse...

Caros , entre as falas, fico com a do Coronel.


"Saudades" do João de Deus.


Bento é retrocesso!

O PSDB me dá náusea!

Voto 13!

abraços

Prata

obs: o segundo anônimo sou eu.

esqueci de colocar.

PIK disse...

Então a hora é agora . Um voto a mais precisamos conquistar.

13 Dilma lá.

Alê Marques disse...

Aos eleitores de Marina Silva, que ajudaram a levar a Dilma pro 2º turno. Esta semana a nobre ex-ministra decidiu por um posicionamento independente, melhor dizendo em cima do muro. Isso já era esperado, de duas uma: como ela não sabe quem vai ganhar então é melhor não bulir com isso; ou ela quer se mostrar com uma terceira via para as próximas eleições.
Mas agora dizer que é independente isso é uma bobagem, não querer revelar em quem vai votar? Uma pessoa que teve 20% dos votos válidos não dizer para os seus eleitores em quem vai votar? Ela poderia falar que não votaria nem no Serra e nem da Dilma, mas não dizer em quem vai votar é brincadeira.
A respeito da legalização do aborto isso também é uma bandeira clássica do PV, não só a do aborto mas também o casamento gay e da maconha. Disso ninguém fala sobre o PV.

Marcio disse...

A Marina ganhou o primeiro turno, e a Abstenção vai ganhar o segundo.
Tá parecendo eleição lá da cidadezinha dos meus avós, no interior do Paraná, a família de lá contra a família de cá.
Duas campanhas pobres, Cotinuar o que Lula fez versus ... humm, o que mesmo? Regado a pitaco de marqueteiro e factóides mil. Tudo bem que no fim das contas o que está em jogo é continuar ou recuperar o poder, mas poderia ter um pouco mais de consistência , pelo menos um perfil de projeto pros próximos anos.
Sobre o oportunismo da Marina, melhor ela mesmo responder:
http://www.minhamarina.org.br/blog/wp-content/uploads/2010/10/CARTA-ABERTA-MARINA-A-DILMA-E-SERRA1.pdf

Em tempo: parece que Dilma voltou atrás e disse que aborto é uma questão de saúde pública, e que não se pode prender uma mulher que aborta, mas sim deve-se dar assistência. Ufa, parece que não se perdeu todo o bom senso. Mesmo que isso custe milhões de votos.

Anônimo disse...

Viva eu, viva tudo, viva o Chico (Buarque).

É 13 Neles!

Alê Marques disse...

Nossa, Gurdura! Falando desse jeito até parece que você andou Marinando?

Marcio disse...

Marinar é preciso. Fique tranquilo, não vou me filiar ao PV, mas a candidatura Marina foi a única coisa aproveitável dessa eleição.

Detalhe, escrevi o meu comentário anterior antes de ficar sabendo da "bola da Vez", a de Papel.

Nilson Ares disse...

Gente, a discussão está muito boa.
Isso denota o quanto nossa sociedade é hipócrita e atrasada quando trata de temas polêmicos.
Grosso modo, o sujeito vai à Nelson D'Ávila, come um "negocinho" diferente, depois vai à missa se redimir...
Depois chama o Temer de satanista com a alma livre do "pecado" que às escuras cometeu.

Vai Dilma 13!