quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Confissões do mundo virtual

Foi numa conversa pelo msn do facebook, que recebi o convite do Pik pra escrever aqui. Confesso que fiquei super feliz, pois minhas relações com os queridos correligionários, como diria o Alê Marques, já vem de longa data no mundo real. Desde os tempos da adolêscencia quando ficávamos embaixo da jabuticabeira no quintal de minha casa, nas ruas de Santana e Vale do Sol, contando estrelas ou tocando violão nas viagens e festas regadas a vinho São Tomé e sonhos de dias melhores...
Bom, os dias melhores vieram e estamos todos bem, embora cada um com sua correria e seus planos. Mas como mundo virtual chega pra encurtar as distâncias, tô eu aqui, fazendo contato. 
Na conversa com o Pik, ele me disse que eu poderia colocar algumas fotos que faço pelo caminho e eu também sugeri postar algumas receitas e escrever sobre as relações de troca da alimentação na sociedade (um dos assuntos que tenho gostado de estudar!), e vou fazer isso. Mas hoje, já que falei de confissões e mundo virtual, compartilho o novo aplicativo para I-Phone: 
Confession: A Roman Catholic App 
É um aplicativo em que vc pode se confessar, orar e fazer o rito de penitência.
A internet chegou pra mundar mesmo as relações de poder. Agora no mundo virtual ninguém precisa da mediação da santa igreja católica. Não precisamos mais de papas, bispos, arcebispos e padres. 
A apple envia nossos pecadinhos direto pra Deus! Se ficou interessado, clique aqui!



5 comentários:

Anônimo disse...

welcome to the pot!

SM

PASSANGER disse...

Seja bem vinda,Ciber Paroquiana!!
Estou ansioso para ver sua fotos postadas aqui, como boa flâner paulistana deve ter imagens muito interessantes! Ando um pouco ocupado demais pra escrever aqui, mas vou arrumar um texto para lhe acompanhar nessa.
Um grande beijo Vi!

Anônimo disse...

Oxalá,

demorou,mais chegou.

beijos e abraços

PIK

Anônimo disse...

Vivi, em 2005, havia uma matéria na folha, com a imagenm de um Rabino com seu celular "pregado" ao muro das lamentações, que justificava tal atitude, devido sua amada - Ruth- estar acamada.

Bem, fiquei o ano inteiro usando essa matéria para dar aula.

É, cada religião usando seus meios.

É o suporte, e seus rizomas (Guatarri e Deleuze)

Bem-vinda!

bj

Prata

Viviani Leite disse...

Valeu meninos pelas boas vindas!
Logo logo mais, fotos e receitas!
EVOÉ!!!!