quarta-feira, março 16, 2011

A situação mundial

Milie sivert, que isso? Penso, penso, e não encontro resposta, paremos, paremos, eu não sou o mundo que droga, quem disse que o Kadafi era ruim, sei lá, gente estranha, mora longe, fala estranho, não entendo, e os capitalistas, e os desgraçados que dominam a vida econômica do mundo através do dinheiro. Ah, paremos de bobagens, de tragédias longínquas, 1000 mortos, oh, mas morre mais gente hoje, agora no Brasil do que em qualquer lugar, enchentes, desmoronamentos, esquecemos os cariocas? Esquecemos que o professor do estado ganham 7 e 50 por hora, que merda, meu deus, dou um tempo na arte, porque precisamos parar, parar, parar...sinto-me revoltado porque parece que o consumo, o que nos torna cidadãos medíocres e copistas é o que interessa, o que importa é o apartamento, o jip pajero, o caralho a quatro, mais que porra! é mês das mulheres, elas ganham menos, tem menos respeito, são assediada sexualmente, moralmente, e tudo mais, mais que tragédia! pensemos nos judeus do holocausto, e os milhões de russos mortos? muito mais do que judeus, pensemos nesse tucanato escroto ao qual somos submetidos há dezenas de anos no vale do paraiba, mas não, eu estou bem, pago minha parcela do palio, estou bem, meu filho tem educação bem paga e decente, vai se fuder! Estou revoltado, quero morrer de radiação na praia como herói do idiotismo do consumo exacerbado de energia, não quero palavras que eu não encontro no dicionário, quero guerra, a verdadeira luta, não a dos sindicatos arregados, dos comícios, das falácias, não falemos mais em nada, façamos de uma vez a realização da felicidade humana que perpassa os centros urbanos medíocres de falsas relações sociais, de falsas alegrias, ah, valha-me Deus, quer sua cervejinha na beira da praia? Como diz Ojuara, herói do sertão, é hora de enfiar, enfiar o pé na estrada, enfiar a mão na cara, e enfiar o mangará no chibil. Eu loco? Loco é o corno feladaputa que cumeu a rapariga que te botou no mundo. Eu quero mais mulheres se manifestanto neste blog, pois sou professor, quer dizer, a maioria é de mulheres, fico lá, por sete e cinqüenta a hora eu não vou fazer muito não, apenas mostra que isso tudo é uma patifaria, uma merda, uma falsa meritocracia, ah então que é bom é bom, num me venha com essa papagaiada, eu quero o chero cheroso de mar mavioso que vem da grota serena do ventre de Venus, da concha da bendita amém.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu sabia que era tudo culpa dos americanos!!! Tão sem dinheiro, economia estagnada e precisavam arrumar algo rentável pra se erguerem. aí que inventaram essa bomba nuclear marítima pra sacudir o planeta. ainda bem que respeitaram o carnaval.

SM

PASSANGER disse...

Sim, claro!