quarta-feira, outubro 11, 2006

comunapiraquara

Como Truman Capote está para o Jornalismo Literário

Caros leitores deste blog, no ano de 2002 (então na faculdade de comunicação social)tive aulas de Redação Jornalística com o Professor e Jornalista Júlio Ottoboni, sobre técnicas de reportagem, de como foram mudando as mais variadas formas de registro da realidade. Já no final da aula, o professor sugeriu que lêssemos "A Sangue frio", do escritor norte-americano Truman Capote, (livro-reportagem que narra um assassinato no estado do Kansa-EUA) segundo ele, o criador do conceito "New Jornalism" ou Jornalismo Literário - técnica que mescla investigação com o lirismo da literatura; fatos reais descritos de uma maneira mais profunda, sem o "objetivismo da imprensa diária".
O ambiente, os personagens, os dados são manipulados como se tivessem sendo tecidos numa ampla rede interligada, como se cada partícula contribuisse com o todo. No livro de Capote, nenhuma amarração escapa, nenhum nó de desfaz - o binômio espaço-tempo não sofre erosão.
Li duas vezes e recomendo. A crítica também elogiou a tradução de Ivan Lessa.
Aos leigos, saiu recentemente em DVD, "Capote" com Phillip Seymour Hoffman no papel principal - vencedor do Oscar- 2005 de melhor ator.
Dá para se ter uma idéia do que seja o livro e do que foi o famoso escritor e jornalista.
Mas lembrem-se: filmes passarão, livros passarinho...

Nilson Ares, poeta e jornalista.

3 comentários:

sérgio disse...

Valeu pela dica, caro Nilson. Bom tê-los aqui para lê-los. Estarei sempre por aqui.
Abrasso a todos -

ComunaPiraquara disse...

Boa Sarsa!
Ainda estou devendo para mim o filme..
Samuel Farias

Anônimo disse...

Cara assisti o filme e é a sua cara assim como oseu texto, muito bom!!!!!!!