terça-feira, julho 31, 2007

IGNORÂNCIA

A ignorância está no ser
assim como a humildade está para a vaidade do ser.
A vida nos submete a situações que refletem o
verdadeiro ser que somos e não aquele que
queremos ser.
Impregnados de crueldade tomamos atitudes
em nome do melhor.
Somos ignorantes desde que éramos um estúpido
espermatozóide correndo por uma vaga à luz;
caso não fôssemos não estaríamos nos
humilhando nessa estufa maldita.

13 comentários:

Frei Nilson "Vapros" Ares disse...

Discordo meu caro Olhos Verdes.acho que se todo poema ou texto nos colocar como usurpadores de nós mesmos,vamos todos morrer e andar descalços na grama baixa e aparada do paraiso.
Bjo

Regina de Araújo disse...

ATENÇÃO:
LIBERDADE DE EXPRESSÃO NÃO SIGNIFICA NEM TAMPOUCO EXIGE
CONCORDAR OU NÃO, É UMA SIMPLES EXPRESSÃO E ABSOLUTAMENTE IMPESSOAL.
ESPERO QUE TODOS OS COLABORADORES E LEITORES DESSE BLOG, TENHAM DISCERNIMENTO NECESSÁRIO PARA SEREM CONSIDERADOS E MERECEDORES DE ATENÇÃO.
SEM MAIS, ABRAÇO Ä TODOS!

Anônimo disse...

Regina,

perdoai, ele não sabe o que fala.

A administração.

O Freio disse...

Engraçado é que a ignorância se aflora nos comentários sobre um texto que trata da própria, não é?

Na hora de comentar todo mundo tem licença poética, esquece das merdas que escreve...

André Luiz Rozaboni disse...

é....existem os que expressam opinioes ..e os CAXIAS!

ignorante espermatozóide rumo a uma vaga a luz disse...

Como diriam nos corredores da administração,quem dera eu ter uma bixarada para comungar nos comentarios sobre meus textos.

Rose disse...

A ignorância é a chave de tanta estupidez.
O texto postado é sem dúvida um texto existencialista, portanto é necessário analisá-lo além do q está escrito. Bom! Exercício interessante.

Devo dizer q encontrei esse blog na net e curiosamente entrei pra conhecê-lo, estou saindo com a impressão q é um grupo q aproveita o espaço para se degladiar entre si, q pena! OH IGNORÂNCIA...

coronel dentes disse...

Gostaria de fazer um pequeno comentário a respeito do último postado pela Rose.
Preciso dizer à ela, que encontrou esse blog na net, que não saia com a impressão que esse blog é de "um grupo que aproveita o espaço para se degladiar".
Espero que não seja só uma má impressão, mas sim uma certeza, por que aqui nos degladiamos mesmo. Aqui a parada é insalubre, quem escreve aqui se aposenta antes dos 35 de contribuição, sem contar o adicional de periculosidade, e se a pessoa gosta de ouvir só elogios então piorou.
O mais calmo daqui atira pedras, tem também o mais ignorante, o chucro do Frei Calvão que mais gosta de bater, mas agora se doeu de uns comentários feitos por nós e resolveu dar um tempo para recompor sua autoestima. Por tanto se você tem algum problema de autoestima não escreva aqui se não vai estar é fudida.
Somos muito afeitos à textos existencialistas, sobre tudo os ateus como de Sartre e Camus, mas segundo o postulado deles próprio a condição do homem é que a existencia prescede a essência, por tanto aqui não há espaço pra ser alguma coisa somente existir nela, ser professor , poeta escritor, saõpaulino consideramos pretensão demais.
Um outro postulado do existencialismo é de que o homem está condenado à liberdade, e nós aqui fazemos uso dela pra tudo, inclusive pra sentar a pua em textos de colegas nossos.
E isso não estiver bom pra você..sai dando!

Anônimo disse...

é rose,sai dando,mas nao sou eu que vou comer!

Anônimo disse...

Rose,

me desculpe, vc vai passar por aqui novamente, não é a primeira vez, a lógica impossilibita que foi a primeira vez que vc apareceu. Assim,

larga de ser mentirosa.

Hemerson.

Anônimo disse...

Ahhh Rose!

Aqui não tem refresco não...
Só tem espartano na parada, com uma pequena excessão é claro...
Se quiser ler só o que você "acha" que é bom, tem muito blog por aí...vaza!

Nilson Ares

Anônimo disse...

é isso ai rose, ou toma umas geladas com membros da administração aqui e fala bem , o q vc escreve mal!...ah e escute tambem!
Frei
PS:me voluntati-o a dar uma palestra sobre degladiações a essa pessoa.

André Luiz Rozaboni disse...

Efeito Microondas(Coluna Clandestina do Frei)
QUANDO ACORDO VEJO A PAREDE DO MEU QUARTO,VOU AO BANHEIRO,ESCOVO OS DENTES,TOMO CAFÉ,ENTRO NO MEU CARRO PRETO,VOU TRABALHAR,VEJO OS MESMOS COLEGAS,CLIENTES,PATRÃO,CARROS ,MATERIAIS,ALMOÇO NO MESMO LUGAR A MESMA COMIDA DE SEMPRE,VOLTO A TRABALHAR NO MESMO CARRO PRETO,NAS MESMAS RUAS,NAS MESMAS HORAS,VOLTO PRA MESMA CASA,TOMO O MESMO CAFÉ,JANTO O QUE SOBROU DO ALMOÇO,DEITO NO SOFÁ,ASSISTO UM JOGO(DO MESMO TIME ,DESDE QUE NASCI)E VOU DORMIR NAQUELA CAMA QUE NAO LEMBRO QUANDO TROQUEI.
SERA QUE ISSO É MUITO DIFERENTE QUE MORAR NUM MICROONDAS.OU É UM POSTER DE TUDO IGUAL QUE INVADE A VIDA DE CADA UM?
FREI