quarta-feira, dezembro 30, 2009

Ano Novo

Fico imaginando se não tivéssemos esse corte no tempo criado pelos homens, afinal ainda que os animais migrem de um lado para o outro em função das estações , eles o fazem em função de sua natureza.
O homem como ser cultural criou e datou o tempo para que pudesse de certa forma controlá-lo e isto parece tão natural como o ar que respiramos , mas não o é. O datar o tempo é humano , demasiadamente humano.
Entrentanto, é bem provável que todos os povos sempre criaram um cronograma do tempo , onde os anos nascem e morrem.
Imaginemos se o tempo fosse um ciclo sem fim,como de fato realmente o é quando tiramos o homem da jogada,não poderíamos trabalhar a idéia de renovação como fazemos não só anualmente , mas no dia-a-dia como ao acordar.
Há aqueles que fazem promessas diárias, outros semanais, entretanto, aquela esperança no ano que virá , ano novo, vida nova, faz o homem se renovar como passasse num ritual de batismo nas águas e realmente terá a partir dali uma nova vida.
Fato é que os cães talvez dariam tudo para que o dia de ano , como chamam a maioria da população, passasse em branco , sem aqueles malditos foguetórios , que faz os cães correrem para debaixo do sofá e lá permanecerem.
Feliz ano novo .

2 comentários:

Nelinho 10 disse...

boa pik. só os cães tem medo da falácia da renovação!

Maria, Simplesmente disse...

Felizes são os peixes.