segunda-feira, dezembro 21, 2009

Promessas karma fim de ano

Todas as promessas devem ser cumpridas por quem as faz, uma vez que a pessoa que faz promessas acredita que algo ruim acontecerá com ela caso ela não cumpra a promessa. A maioria das promessas é feita inclusive quando algo ruim acontece, fato esse que me deixa um pouco confusa na minha infraestrutura biopsicosocial pouco católica.
Para aqueles pouco ortodoxos existe o karma, esse isenta um pouco a culpa de cada um, uma vez que é culpa do karma que você carrega as coisas que você faz ou das coisas que acontecem com você. Você realmente não tem culpa de nada. É karma!
Um amigo meu me confidenciou que ele tem uma religião de um mandamento só: não faça com os outros ou para os outros aquilo que você não quer para você.
Daí chega o fim do ano e de onze e cinquenta e nove para as doze horas (com horário de verão e tudo) pum, todos são outras pessoas. Pessoas melhores, pessoas boas, pessoas respeitadas e respeitadoras.
Não sei que promessa irei fazer, não sei que karma irei culpar ou me inocentar com, não sei se irei respeitar a religião de um mandamento só e não quero virar abóbora no ano novo, mas prometo aqui que no próximo ano escreverei mais e dormirei menos ou basicamente continuarei a mesma com alguns acrescimos (que não na balança) positivos e negativos. Até porque o bom de um é o ruim de outro, mas isso é outro conto.

(uma promessa só para minha pequena Alê: nada de estâncias. Minerais, naturais, rurais, aquiferas ou o raio que o parta..Se me buscarem com carrinho de golfe ou ponei, talvez....)

9 comentários:

Marcio disse...

é o Pum da virada!
quanto ao karma vs culpa, sei lá, ando a tanto tempo afastado de espiritualidades que acho tudo bacana. Essa do seu amigo é muito boa, de verdade, se quiser um sócio pra fundar o ministério tamos aí!

Maria, Simplesmente disse...

Vamos fazer $$$$??

É o pum mesmo, só pode ser.

pratapreta disse...

Eu prefiro o tchan, tchan, tchan, antes da meia-noite, com a música de fundo: "hoje a festa é sua, é nossa, é de quem quiser"

É mais global, e não fede.

Ou sei lá, fede mais ainda rsrsrsrs

Sobre o Karma, ficarei com aquele de ser feliz, pois na outra vida sofri demais.
Nessa nem muito nem pouco, o suficiente.

Só tu Maria.

Adorei!

abraços

Alê Marques disse...

Ok honey
I gonna send you a golf`s car to bring you!

Maria, Simplesmente disse...

I'll send you the adress.


Prata, sem garrafa, por favor!!!

Nelinho 10 disse...

Tá vendo, ninguém faz o daimoku aki, aí da-lhe karma!

nam myoho rengue kyo a todos! essa é minha mudança.

Marcio disse...

tem culpa eu?

Maria, Simplesmente disse...

Ahahahah, Nelinho, dia 15 de Janeiro vai rolar uma excursão para Pinda para tentar começar e entender essa língua estranha(para mim), daí quem sabe meus karmas vazam?! :)

Marcio, já falei com meu amigo e estamos vendo como será a burocracia, mas já sei q qq um pode abrir uma igreja e não pagar mais impostos e economizar uma grana para investir no templo, que pode ser o Savema. Vamos comprar lá?

Marcio disse...

ok, eu voto por taoísmo com altas doses de libertinagem sexual. A favor do aborto, do consumo de bebidas alcoolicas. e uma moção de repúdio ä resolução da Cop 15. esqueci de alguma coisa?